Culto Ecumênico para mais de uma religião: entenda como funciona

Você sabia que é possível (e muuuuito comum) o Culto Ecumênico, ou Celebração Ecumênica, como preferimos chamar por aqui, ser para mais de uma religião? Sim! Afinal, essa é uma cerimônia de agradecimento, não está ligada a nenhuma religião específica, e sim a um momento de gratidão e homenagem por essa conquista. Quer saber como funciona? Vamos te explicar passo a passo agora!

Local

As Celebrações Ecumênicas podem acontecer dentro ou fora da Igreja, não existe regra e a escolha é feita de acordo com o Projeto de Formatura de cada turma, lembra que a gente sempre fala de personalização por aqui? Então, os nossos Projetos são feitos após conversamos e entendermos bem qual é o estilo dos Formandos, assim, podemos sugerir ideias e alinhar tudo com a Comissão para criar um momento bem especial.

Aqui na B2, já tivemos turmas que optaram por igrejas, teatros, salões de eventos e até ao ar livre. E sim, é possível criar cenários lindíssimos em todos esses ambientes!

Que tal ter um gostinho de tudo isso? Confira esse vídeo da Celebração Ecumênica da Turma 4 de Medicina da UniRV. Construímos uma tenda para que o evento fosse realizado e, de quebra, tivemos como convidado especial um lindo pôr do sol.

Celebrantes

Nós sabemos que todas as religiões são importantes e, em momentos como esse, é essencial que sejam representadas. A intenção é tornar a Celebração Ecumênica o mais acessível e abrangente possível, portanto, convidar celebrantes de mais de uma religião permite que todos os Formandos e convidados se sintam à vontade e consigam aproveitar o momento para agradecer. 

O mais comum é que os Formandos sejam das religiões católica, evangélica ou espírita, mas não existe regra e tudo é previamente alinhado com a Comissão com antecedência para que possamos preparar o evento ideal para cada Turma!

Agradecimento

Apesar de sempre associarmos esse evento a igrejas ou até mesmo a uma única religião, o foco desse momento é agradecer e homenagear quem foi importante na construção deste ciclo, por isso, mais do que nunca, a intenção é fazer com que os Formandos se sintam confortáveis! 

A Celebração Ecumênica sempre conta com momentos de homenagens aos pais, mães,  professores e colegas, o que deixa tudo ainda mais emocionante. Os discursos são proferidos pelos próprios Formandos e é um momento muito especial.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest

Outros artigos que você pode gostar!